Mesmo vencendo o Serra Talhada, Sport é vaiado pela torcida

Aos 37  segundo tempo, a torcida do Sport dirigiu impropérios ao presidente do clube, Luciano Bivar. No minuto anterior, o alvo havia sido o expulso meio-campista Hugo. Ainda antes,  Vadão fora obrigado a ouvir xingamentos das implacáveis arquibancadas. Algo não andava bem na Ilha do Retiro. Mas melhorou aos 43, quando Marcos Aurélio, após boa jogada de Felipe Azevedo, desempatou o marcador e deu a primeira vitória - suada- ao Rubro-Negro. Dentro de casa, o Leão não jogou bem, mas fez 3 x 2 no Serra Talhada e amenizou a crise que se instalou e ameaçava crescer no clube.
O primeiro tempo foi rubro-negro. Não que o Sport tenha jogado bem. O Serra Talhada é que permitiu que o Leão, mesmo confuso e com vários erros de passe, dominasse as ações e se impusesse. Os principais lances foram criados pelo lado direito, mesmo sem Cicinho. Moacir e Felipe Azevedo eram os principais articuladores por ali. O primeiro tento leonino, depois de algumas tentativas, foi exatamente por aquele lado. Moacir invadiu a área e deu voltando para Azevedo, que teve tempo de escolher onde chutar. 1 x 0 para o Sport. Pouco depois, Pênalti em cima de Roger. Marcos Aurélio foi para a cobrança, ajeitou com carinho, correu, chutou...E desperdiçou. Na trave. O castigo veio 12 minutos depois. Aos 40. Na única oportunidade criada pelo Serra Talhada, Júnior Ferrim girou dentro da área e bateu cruzado. Magrão nada pôde fazer. Empate do Serra, vaias e coro de "burro" para Vadão.

Os protesto não acordaram o time do Sport. O Serra também voltou na mesma toada. O jogo ficou ainda mais lento no segundo tempo. A partida só começou a pegar fogo aos 21, quando Roger desempatou o marcador, sozinho no pé da trave. Perdendo, o time do Serra Talhada teve de ir à frente. E conseguiu empatar aos 30 minutos, com Alex Costa, após bate-rebate na área. A Ilha do Retiro virou tensão pura. Um barril de pólvora, ao qual Hugo não soube resitir. Meteu-se em confusão e foi expulso poucos minutos depois de entrar em campo. Mesmo com um a menos, Marcos Aurélio desempatou a partida e deu a vitória ao Leão. A crise do Sport não aumentou - mas ainda houve vaias ao fim do jogo.

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »