PSOL Garanhuns enfatiza a autoestima dos garanhuenses e recrimina candidaturas de 'estrangeiros'

Estamos cedendo espaço nessa postagem do nosso blog, a militância do PSOL Garanhuns, que nos enviou esse texto escrito pelo militante Erick Vasconcelos, da juventude do partido. Lembrando que esse espaço estará aberto a qualquer partido da nossa cidade para se pronunciar em qualquer momento. Veja a seguir:

O DESESPERO DA ELITE

Em recente entrevista concedida à Rádio Sete Colinas FM, um determinado vereador garanhuense falou, dentre muitos assuntos, da sua pré-candidatura a Deputado Estadual em 2014.

Pois bem. Acontece que, na mesma entrevista o vereador e pré-candidato a Deputado Estadual andou desestimulando uma candidatura a Deputado Federal que representasse Garanhuns e o agreste meridional. Entretanto, comentários dizem que o vereador fará uma "dobradinha" em 2014 com um candidato a Federal de Limoeiro (PE). Mais um estrangeiro penetrará no cenário político de Garanhuns.

Detalhes à parte, o que está acontecendo é muito simples. O PSOL de Garanhuns é o único grupo político que está se organizando para lançar uma chapa genuinamente garanhuense em 2014, tanto para Deputado Federal quanto para Estadual – com a possibilidade de termos dois candidatos a Deputado Estadual.

Esse fator está incomodando muitas lideranças políticas de Garanhuns, uma vez que, nem mesmo o grupo do prefeito Izaías terá essa condição - o 'estrangeiro' Jorge Côrte Real será o cabeça-de-chave do grupo governista na categoria Deputado Federal.

Resumindo: todos esses candidatos de Recife, Caruaru, Serra Talhada, Petrolina, Salgueiro etc costumam nos visitar em períodos eleitorais, pegam 3 ou 4 mil votos e depois desaparecem. E quando regressam, só o fazem por compromissos partidários e no maior sigilo possível.

Acreditamos que a ausência do sentimento bairrista (ou autoestima) seja o maior problema de Garanhuns. A população é facilmente manipulável e, como consequência disso, é o próprio povo quem fica no prejuízo dependendo das esmolas vindas de senadores e deputados de fora. Imaginamos que quaisquer pessoas que tenham raízes plantadas aqui na cidade possam contribuir de forma significativa com a política e a economia locais – mesmo não sendo obrigatoriamente nativas de Garanhuns. Como prova disso, mesmo estando em lados opostos, julgamos admissível uma pessoa como Izaías Régis ser o prefeito de Garanhuns, pois o atual prefeito mesmo não sendo nativo de Garanhuns, possui raízes na cidade. Mas temos de ser realistas: Garanhuns é carente de líderes locais. Os políticos atuais, incluindo o prefeito, são engrenagens à serviço de gente que não conhecemos.

Muitos e$trangeiro$ estão de olho em Garanhuns.

Deixaremos uma pergunta no ar: você já viu alguma liderança política de Garanhuns querer dominar o povo de Caruaru? Não, nunca viu. E certamente nunca verá, pois a população caruaruense como um todo é bairrista. Enquanto as lideranças de Caruaru e Petrolina "matam e morrem" pelo desenvolvimento de suas cidades, Garanhuns não passa de um buraco perdido no oco do mundo para esse pessoal que só visita a cidade das flores de quatro em quatro anos.

Pense nisso.

Texto escrito pelo militante Erick Vasconcelos.

JSOL - Juventude do PSOL em Garanhuns.

PSOL - Um partido Necessário.

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »