Médicos pernambucanos decretam estado de greve

Os médicos pernambucanos decidiram entrar em estado de greve, depois de assembleia realizada na noite desta segunda-feira (8). Na próxima quinta-feira (11), os profissionais se reunirão em Brasília com diversos sindicatos do País, em encontro com a Federação Nacional dos Médicos. Na ocasião, será decidido se a categoria cruza os braços ou não.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), os profissionais avaliam que as medidas do Programa Mais Médicos, anunciado pelo Governo Federal, são meramente eleitoreiras e transformam a categoria na vilã da crise da saúde do Brasil.

Entre as iniciativas polêmicas, está contratação de médicos estrangeiros para vagas no País. Além disso, há ainda a determinação de que alunos de Medicina trabalhem dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) antes de concluir o curso, a partir de 2015.

Os médicos querem, também, que 10% da receita bruta da União seja destinada à saúde, além da realização de concurso público.

Postagens Relacionadas
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »